O carnaval na Guiné

por Justine Guillet, 1º ano LLCE português

O carnaval é uma tradição muito comum nos países lusófonos. Toda a gente conhece o famoso carnaval do Rio de Janeiro, mas nos países africanos que falam português há também outros carnavais muito populares como o de Bissau, na Guiné.

Mas onde é que fica a Guiné e o que é este país ? A Guiné é um pequeno país no corno de África que tem uma fronteira com o Senegal e a Guiné Conacri e que fica perto do Oceano Atlântico. É uma antiga colónia portuguesa que se tornou  independente em Setembro de 1974. Há uma grande diversidade cultural num “pequeno país gigantesco”*, e que embora seja mínimo em termos de geografia, conta com 23 etnias e pelo menos 9 idiomas.

A sua capital é Bissau e é a cidade na qual vamos concentrar-nos. De fato, Bissau é a maior cidade do país. A cidade é conhecida pelo seu Carnaval anual que tem lugar cada ano em Fevereiro. É um dos maiores carnavais da África. Todos os anos, Bissau recebe uma vaga de turistas que chegam de todas as regiões do país, mas também de outros países e que vêm para vê-lo. De fato é uma manifestação popular grandiosa e muito festiva. No entanto, o carnaval é uma tradição originalmente europeia, surge na Grécia antiga nos anos 600 a 520 a.C. onde realizavam cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Passando mais tarde a ser uma comemoração adoptada pela Igreja Católica em 590 d.C sendo um período marcado pelo “adeus à carne” ou do latim “carne vale” dando assim origem à palavra ‘carnaval’. Mas neste país há uma mistura das identidades social, cultural e artística singular. Esta celebração dura 3 semanas e nela comemora-se a união entre todas as etnias do país e, ao mesmo tempo, as diferenças culturais entre elas.

Por isso cada etnia do país prepara-se para esta manifestação. Eles constroem um carro alegórico com muitas cores em ligação com um tema e até à festa esses carros ficam escondidos e a preparação ocorre em segredo, para evitar rivalidades e plágios.

As crianças também têm o seu lugar nesta festa, todos os anos fazem máscaras com lama que pintam para mostrar a sua criatividade e para participarem num concurso durante o carnaval. Algumas máscaras são assustadoras, outras são coloridas, mas estas obras gigantescas são verdadeiras obras de arte.

Ademais as etnias querem apresentar e representar as suas tradições, danças, culturas, costumes, vestuário, hábitos alimentares, … Durante alguns dias, Bissau mora aos ritmos dos tambores Bijagós, dos bombolongs Ajamat e das canções Balantas durante toda a noite.

Por isso é o melhor momento para ir de férias à Guiné e descobrir toda a cultura do país e de cada etnia que faz parte da população guineense.

*(Andrzej Kowalski, http://www.cenalusofona.pt/cenaberta_old/carnaval.htm)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Eventos, Lugares com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s