Músicas de Cabo Verde. O Funaná

por António Kenda Borges dos Santos, LLCE1 português

O Funaná é um género musical originário de Cabo Verde, principalmente da ilha de Santiago, pois foi aí que foi criado. Parece ser um estilo de música recente porque só começou a ser ouvido e tocado nos finais do século XIX e inícios do século XX, segundo a tradição oral.

Esta musica surgiu quando, numa tentativa de aculturação, o acordeão teria sido introduzido na ilha de Santiago, para que a população aprendesse géneros musicais portugueses. O resultado, no entanto, foi completamente diferente do esperado: ou seja, a criação de um género novo e genuíno, o Funaná. Não existem no entanto, documentos musicólogos a corroborar esta possibilidade. Mesmo sendo um género musical totalmente diferente, o acordeão e os ferrinhos são tão utilizados no Funaná quanto em certos géneros musicais portugueses (malhão, corridinho, vira, etc.). O que mostra que ironicamente de certa forma os portugueses conseguiram introduzir uma influência musical no país.

O Funaná no princípio era mais tocado pelas camadas mais desfavorecidas da população, até chegou a ser proibido tocar e cantar Funaná na capital, porque era um estilo mais cantado pelo povo, nomeadamente as camadas mais pobres, e porque cantavam principalmente em crioulo, o que os colonizadores portugueses não aceitavam. Mas também porque era sobretudo a Morna que gozava de um certo prestígio e de um caráter nobre.

Depois da independência, as pessoas tentaram introduzir o Funaná, como género de música tocado e ouvido por todos, e não só pelas classes inferiores. Mas era ao mesmo tempo uma luta contra a desigualdade social. Essa tentativa foi um fracasso, e assim foi necessário esperar a década de 1980 para que o conjunto “Bulimundo” viesse fazer ressurgir o Funaná. Os Bulimundo cantaram músicas como “febri di funaná” e “Mundo”, músicas que descreviam o dia a dia das pessoas de Cabo Verde. Graças ao sucesso dos Bulimundo o Funaná foi exportado para todas as ilhas de Cabo Verde, porque, como já o dissemos, no início o Funaná estava mais centralizado na ilha de Santiago, e era pouco tocado ou ouvido nas outras ilhas de Cabo Verde. Podemos dizer que os Bulimundo conseguiram “nacionalizar” o Funaná.

Hoje o Funaná é composto, interpretado e apreciado por todos e não só pelas pessoas mais pobres ou mais desfavorecidas, mas também as pessoas mais afortunadas. O Funaná tornou-se finalmente conhecido por todos, e assim começou a ser internacionalizado a partir dos anos 1990. Principalmente graças à contribuição do grupo “Finaçon” (nascido de uma separação dos Bulimundo).

Agora o Funaná é tocado no mundo inteiro, não só por artistas Cabo-Verdianos, mas também estrangeiros. Países como a França e Portugal contribuíram muito para esta internacionalização. Principalmente o  público francês que gosta muito deste estilo. Graças a um interesse crescente pela cultura Cabo-Verdiana despertado nomeadamente pela descoberta da Morna através de Cesária Évora e do sucesso que esta teve na Europa.

Gostei muito da música “Tunuka” de Mayra Andrade porque aprecio a música em geral, e achei que é uma música muito animada, e que até podia mudar um mau dia de alguém para um dia melhor, é uma música que faz uma pessoa sorrir.

Por isso, decidi partilhá-la com vocês, espero que gostem.

Tunuka, Mayra Andrade

Tunuka, Tunuka bála

Ki tem koráji, é só Tunuka di meu

Sukuru ka da-l kudádu,

Ka duê-l xintidu, ki fari duê-l korasom.

Tunuka é nós ki bai,

É nos ki bem, é nos ki fika li-mé.

Nu uni korasom,

Nasionalidádi dja-nu tem dja,

Nu mára nós kondom, nós limária nu dexâ-l la.

É nós ki mbárka pa Sam Tomé

Injuriádu marádu pé

Mi ku bo ki stába la mé

Tudu m-dádu m-da-u també

Na nós pom di kada diâ, oxi dretu manham mariádu

Ramediádu ka tem midjor

Ki spéra m-dádu m-da-u també.

Tunuka kre-u ka pekádu

Da-u ka ta fládu, má só bu da-m ki tenê-m.

Tunuka, Tunuka, Tunuka

Tunuka,Tunuka, é ti si ki-m tem pa-m fla-bu.

(solo)- Tunuka,t,t,t,t, é ti si ki-m tem pa-m fla-bu…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Musica com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s