Entre pais e filhos

por Raymonde Pierre, LLCE3 português

 Experiência

Depois de ter acabado a faxina de casa num sábado, liguei a televisão para assistir um programa.  Acho que às vezes é bom assistirmos documentários sobre a sociedade para percebermos o quanto as relações humanas  e principalmente as relações entre pais e filhos mudaram e assim termos  em vista a evolução da sociedade e podermos fazer uma reflexão sobre a situação.

Então liguei a televisão na NRJ12 e estava começando um programa cujo o título era  S.O.S. ma famille a besoin d’aide. Este programa foi feito para ajudar as famílias que estão em dificuldade com os seus filhos já adolescentes ou até maiores de idade, é do mesmo tipo da Super Nanny  que é feito mais para ajudar as famílias que estão em dificuldades com as crianças.  Tínhamos no programa em questão uma mãe desesperada e triste de ver seu filho tornando-se ao longo do tempo  um menino muito rebelde, que rouba, que é agressivo e violento e que tem muitas más amizades. Essa mãe dava tudo que seu filho queria, do bom e do melhor, muito amor e carinho mas ele não queria saber dessa afeição vindo da parte dela.

O que mais me chocou foi a parte em que o educador chegou e ela começou chorar por causa dessa situação trágica e seu filho começou dizer “hey  pare com o seu choro!!”  com um tom autoritário. Eu acho que quando vemos uma tal cena não dá para não ficar com o coração triste e ao mesmo tempo revoltado contra esse filho.

Esta cena na televisão fez-me pensar: E eu? Será que quando eu era adolescente, eu respondia desse jeito a meus pais? A resposta é: Nunca! Porque eu sabia o que me esperava.

Minha experiência como filha

Desde criança, meus pais sempre foram  severos comigo e eu tinha muito medo e ao mesmo tempo muito respeito por eles. Quando eu fazia uma besteira, ficava apavorada de medo porque eu sabia que eles iam me ralhar, então sempre tentei ser uma menina obediente e gentil. Essa severidade, esses limites, essas correções impostas pelos meus pais nunca fizeram de mim uma pessoa revoltada, violenta e agressiva.  Pelo contrário hoje sou o que sou por causa deles, conheço o valor do respeito e do carinho. Acho que é muito importante impor limites às crianças. Isso contribui para eles terem consciência  de que não são o centro do mundo e que, portanto, não podem fazer o que querem. É muito importante essa imposição dos limites às crianças para quando elas crescerem se integrarem facilmente na sociedade, porque a sociedade é como uma família, regida por leis.

 Minha opinião sobre a relação entre os pais e os filhos

Hoje em dia, comparando a um tempo passado, algumas décadas, podemos dizer que os pais estão de uma certa forma mais próximos dos seus filhos. Os pais são mais comunicativos,  com espírito aberto que permite abordarem qualquer assunto como por exemplo a sexualidade de forma mais natural e assim tornarem-se mais amigos dos seus filhos. Mas será que podemos falar de um certo relaxamento na área da educação? Se por um lado mimar exageradamente uma criança pode ser negativo, nomeadamente quando esse excesso revela carências e problemas familiares que podem ser fatores negativos para o bem-estar da criança e que pode levá-la a tornar-se uma pessoa violenta, de mau caráter, por outro lado, creio que uma maior abertura ao diálogo por parte dos pais só pode facilitar as coisas.

Os pais estando mais sujeitos a ter uma relação baseada na confiança e no respeito das opiniões dos  filhos e vice versa  só pode ser uma coisa boa e é, talvez, a via mais saudável para a relação familiar e o instrumento de realização pessoal que faltava à família que pude observar no programa televisivo.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Geral com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s